Marketing 5.0: o que é e qual a importância?

Postado em 4 de julho de 2022 por Agência WEBI na categoria Blog

Tempo de Leitura:
Quantidade de palavras:

Você deve estar se perguntando por que mais uma versão do marketing. O conceito de Marketing 5.0, criado pelo autor Philip Kotler, trata-se de uma evolução marcada pelo poder da tecnologia, com o objetivo de melhorar a vida das pessoas e garantir bem-estar para todos.

Existem várias versões do marketing e essa evolução é natural, já que as estratégias precisam ser repensadas conforme as mudanças de comportamento do consumidor. No caso do marketing 5.0, partimos do seguinte princípio: se, na era digital, a tecnologia está no centro da vida das pessoas, ela deve contribuir para o bem da humanidade.

Para que um projeto ou campanha mantenha-se relevante, ele precisa acompanhar as tendências de comportamento dos consumidores. Pensando nisso, nós, da Webi, sempre atentos a essas mudanças, preparamos esse texto para explicar o que é marketing 5.0 e qual a sua importância. Acompanhe!

 

O que é Marketing 5.0 e como surgiu?

No livro “Marketing 5.0, Tecnologia para a humanidade”, Philip Kotler e os autores parceiros o definem como a aplicação de tecnologias que mimetizam o comportamento humano para criar, comunicar, entregar e aumentar o valor ao longo da jornada do cliente.

Podemos compreender então, que trata-se de uma estratégia baseada em dados, onde a tecnologia é utilizada para assimilar o comportamento das pessoas. Com esses dados, é possível definir melhor a jornada de compra, indo muito além do ato de compra e venda.

A tecnologia aplicada para essa estratégia inclui: inteligência artificial, processamento de linguagem natural, sensores, robótica, realidade aumentada, realidade virtual, internet das coisas, blockchain e o metaverso.

 

Principais elementos

Essa nova versão é composta por 5 elementos: marketing baseado em dados, marketing preditivo, marketing contextual, marketing aumentado e marketing ágil. Confira o que são cada um deles:

 

  1. Marketing baseado em dados

Como mencionamos, nessa nova versão, as ações são fundamentadas em dados. Essa estratégia, também chamada de data-driven marketing, usa a coleta e análise de informações sobre o público-alvo, com dados que podem ser obtidos por meio de fontes internas ou externas.

Algumas dessas fontes podem ser:

– Engajamento e comentários nas redes sociais;

– Sistemas de atendimento ao cliente, como CRM;

– Informações comportamentais, demográficas e geográficas.

 

  1. Marketing preditivo

O marketing preditivo possibilita a construção de análises para auxiliar na prevenção dos resultados das ações, antes que sejam lançadas. O que colabora para que seja possível saber, antecipadamente, como pode ser a resposta do mercado em relação às suas ações. 

Para essas análises, campanhas realizadas anteriormente, dados coletados e o momento em que a estratégia está sendo lançada são considerados.

 

  1. Marketing contextual

Este é visto como o principal elemento da versão 5.0 do marketing. A meta é conhecer e aprender com o cliente, possibilitando a criação de interações personalizadas. Uma das formas de alcançar esse objetivo é usando a Inteligência Artificial para extrair dados a serem aplicados, como:

– Gatilhos: situações que permitem identificar os melhores momentos de impactar o público  como horário, atividades realizadas, humor durante a interação, entre outras;

– Respostas: teste e aplicação de ações baseadas nos gatilhos identificados.  

 

  1. Marketing aumentado 

Essa estratégia usa a tecnologia para aprimorar a produtividade dos profissionais do segmento. O objetivo é utilizar soluções digitais com ações similares e fundamentadas nas humanas, como os chatbots e assistentes virtuais.

A ideia é aproveitar ao máximo os recursos tecnológicos para melhorar o relacionamento com os clientes. Recursos como esses, auxiliam na captação de informações mais precisas sobre determinado público e os melhores canais de comunicação. 

 

  1. Marketing ágil

Essa é uma metodologia ágil de gestão de projetos, com o objetivo de formar equipes descentralizadas, autônomas e multifuncionais. Dessa forma, os profissionais envolvidos são capazes de se adaptarem melhor às mudanças e entregar mais valor em menos tempo.

A ideia é que as equipes cada vez mais sejam formadas por talentos interdisciplinares, melhorando a integração entre profissionais de diferentes áreas e possibilitando que suas experiências e habilidades contribuam para melhores resultados.

 

Exemplos de marketing 5.0

Essa “nova versão” é muito significativa e vai ao encontro do novo cenário presente no mundo pós-pandemia, onde comportamentos, percepções e a forma das pessoas consumirem mudou.

Para exemplificar o marketing 5.0, podemos citar:

– Mapeamento da jornada do cliente por meio da coleta de dados;

– Mudança na identidade visual da marca e da estratégia, considerando o momento atual;

– Captura de leads por diferentes canais.

 

Como o Marketing evoluiu ao longo dos anos?

Essa evolução partiu do foco no produto (1.0) para o foco no consumidor (2.0), depois para o foco no ser humano (3.0). Logo em seguida, entramos na era digital (4.0), agora nos vemos envolvidos nos desafios que a tecnologia trouxe para a humanidade (5.0).

Para você entender essa evolução ao longo dos anos, até chegar na etapa atual, vamos detalhar cada estágio: 

 

Marketing 1.0

O marketing 1.0 surgiu logo após a Revolução Industrial e é conhecido como “a era dos produtos”, pois as ações tinham alvo somente na divulgação e venda de produtos, sem levarem em consideração o relacionamento com os clientes e o fortalecimento de marca.

 

Marketing 2.0 

Essa etapa, também conhecida como “a era do consumidor”, tem uma mudança de foco e passa a considerar o comportamento e as necessidades do cliente.

Isso foi consequência da evolução econômica do século XX, quando as pessoas passaram a ter mais acesso à informação, transformando a sua percepção em relação às marcas e comparando benefícios, preços, etc.

 

Marketing 3.0

Essa versão complementa a intenção da anterior, mantendo o cliente como foco, mas agora, levando em conta fatores como anseios, posicionamento humanizado e entrega de valor.

 

Marketing 4.0 

A versão 4.0 é predominantemente baseada na internet. Essa fase passa a usar as ferramentas de interação e o engajamento dos clientes de forma mais ampla.

As informações obtidas e compartilhadas com mais rapidez dão mais poder para os consumidores, o que pode facilmente levá-los aos concorrentes, caso determinadas marcas não atendam suas necessidades ou apresentem um posicionamento contrário ao que acreditam.

 

Qual é a importância dessa evolução?

Assim como ocorreu com os outros estágios, o marketing 5.0 é importante para alinhar a sua marca às mudanças de tecnologia e comportamento do consumidor. Para isso, sua empresa deve estar preparada para uma mudança de mentalidade.

O período de extrema instabilidade, causado pela pandemia de Covid-19, não foi apenas um momento de digitalização das empresas, mas também uma oportunidade de refletir sobre o seu papel na sociedade.

Como você viu, o estágio 3.0 já havia mostrado a importância de se posicionar diante de problemas mundiais. Agora o marketing 5.0 reforça essa questão, aliado ao poder da tecnologia. 

É importante pensar em como usar as novas tecnologias para impulsionar o marketing de forma alinhada aos comportamentos e expectativas dos consumidores.

 

Como aplicar o Marketing 5.0 na sua empresa?

Implementar essa nova estratégia na sua empresa pode levar algum tempo, mas para dar os primeiros passos, algumas atitudes são importantes. 

Invista em tecnologias como inteligência artificial, machine learning, deep learning, internet das coisas, dentre outras. Crie também um ecossistema de dados, utilizando diferentes fontes, que integrem as informações e gerem inteligência a partir do seu tratamento e análise.

Outro ponto importante é mapear os passos do consumidor na sua trajetória até a compra, observando as tecnologias que ele utiliza para chegar até os seus produtos. Pense nas tecnologias para aprimorar a experiência das pessoas com a sua marca. A partir da jornada, pense em como elas podem ser mais pessoais, sociais e experienciais, e não meramente comerciais. 

 

Como mostramos, o marketing acompanha as evoluções tecnológicas, econômicas e sociais que abrangem a relação dos indivíduos com o consumo e com a sociedade como um todo. Sendo assim, as estratégias devem se adaptar a essas mudanças.

A evolução da sua empresa para se adaptar a essas transformações é essencial. Mas, essa adaptação não acontece de um dia para o outro, pois exige mudança cultural e comportamental. 

Estamos sempre acompanhando as novas tendências e estratégias de marketing e prontos para abordar esses temas em nossos canais. Continue acompanhando mais conteúdos como esse em nosso blog e em nossas redes sociais.

 

* Texto produzido pela redatora da Webi, Leticia Bay.