Brand persona: o que é isso? Devo ter uma?

Postado em 20 de maio de 2021 por Agência WEBI na categoria Blog

Tempo de Leitura:
Quantidade de palavras:

 

Você também pode ouvir este post através do player acima!

 

A cada ano que passa, o marketing vai deixando de ser aquela coisa chata, engessada e padrão que víamos nas últimas décadas. Hoje, a palavra da vez é personalização. As estratégias devem ser pensadas com o objetivo de fazer cada cliente se sentir único. E uma das técnicas que tem ajudado nesse sentido é a criação de personas.

Você já deve ter ouvido falar nelas, certo? Afinal, todas as estratégias de marketing precisam de uma persona que guie as ações da empresa. Neste texto, porém, nós falamos sobre um tipo diferente de persona; um que não é exatamente o que você já conhece. Estamos falando da brand persona.

No entanto, antes disso é preciso recapitular. Como este conceito é um pouco menos difundido que o de buyer persona, aquele que você já conhece, vamos reforçar a existência de diferentes tipos de persona e relembrar o que é a buyer persona, para, então, entrar a fundo no conceito de brand persona.

Por fim, explicamos por que sua empresa deve apostar em uma. Quer entender ainda mais uma das técnicas mais importantes por trás de estratégias de marketing digital? É só continuar a leitura abaixo!

 

Há diferentes tipos de persona!

Como citamos na introdução, existe mais de um tipo de persona. E, indo além da buyer persona e da brand persona, sua empresa ainda pode trabalhar com uma audience persona e uma proto persona. Ainda que não sejam muito utilizados, esses dois tipos também podem ser bem úteis.

A começar pela proto persona. Ela é a persona que serve como base para a criação da buyer persona. Só que, ao invés de dados e pesquisas, ela é feita a partir das impressões internas dos colaboradores da empresa. Por mais que não substitua as outras, ela não deixa de ser um ótimo ponto inicial.

Já a audience persona é a que se faz pensando no público digital. Enquanto a buyer persona busca imaginar o cliente ideal, a audience persona recria as características do usuário que consome o conteúdo da empresa na internet.

 

Buyer persona: o tipo que você conhece

A buyer persona, por sua vez, é tão importante que exige um tópico inteiramente dedicado a ela. Sempre que alguém fala em “persona”, é dela que se está falando. Quando feita da maneira correta, a buyer persona é a que representa o seu cliente ideal, incluindo o gênero, a faixa etária, o setor em que trabalha e até mesmo hábitos do dia a dia.

Um exemplo de buyer persona é:

Luciano Silva, sexo masculino, 42 anos, divorciado e pai de uma filha. Funcionário público na prefeitura, formado em administração de empresas e cursa um MBA. Utiliza com certa frequência o WhatsApp e muito mais o Facebook do que o Instagram. Por conta da sua atividade de escritório, tem acesso regular ao seu e-mail”.

Tendo esse tipo de perfil traçado, com base em dados e pesquisas, sua empresa passa a saber quem são as pessoas que ela deve atrair para aumentar as chances de venda. Esse processo ajuda a entender padrões, costumes e preferências para, então, direcionar as ações rumo a um aumento nas vendas.

 

E o que é brand persona, afinal?

Em tempos de comunicação digital e personalizada, poucos fatores são tão importantes quanto ter uma identidade, uma linguagem definida. Empresas como o Magazine Luiza e a Netflix são alguns dos melhores exemplos disso. Dando uma rápida observada nos perfis de ambas no Twitter é possível identificar facilmente as identidades adotadas por elas.

Brand persona é exatamente isso. Enquanto a buyer persona é o perfil que representa a personalidade do seu cliente, a brand persona define a personalidade da empresa. Quando falamos em comunicação — especialmente pela internet —, é necessário seguir uma constância, ter uma linguagem, um tom de voz.

Assim, sua empresa é automaticamente identificada sempre que escreve algo, criando uma conexão com o público. Ao mesmo tempo, as pessoas sempre saberão o que esperar. Quem segue sua empresa porque gosta do conteúdo publicado nunca vai se decepcionar com nenhum post, pois é justamente isso que se quer ver.

 

Minha empresa deve ter uma? Por quê?

Sim. Basicamente, pelos motivos que citamos acima. Pessoas gostam mais de marcas com as quais se identificam. Se a sua empresa tiver uma identidade constante (definida previamente na elaboração da brand persona), os usuários que se identificam ganham ainda mais um motivo para acompanhá-la.

Com mais pessoas acompanhando, principalmente as engajadas, é natural que o seu número de clientes também vá aumentando.

No cenário ideal, sua empresa deve ter todos os tipos de persona definidos, especialmente a buyer e a brand.

 

E você, já tinha ouvido falar em brand persona? O que achou deste conceito? Muito importante para garantir uma estratégia completa, não acha? E, falando em estratégia completa, sua empresa também deveria ter uma!

Para isso, você pode contar com a Agência WEBi! Nós desenvolvemos estratégias completas de inbound marketing, pensadas para fazer sua empresa crescer no meio digital e conquistar resultados incríveis. Para saber mais, entre em contato conosco!

Por fim, se quiser receber mais conteúdo sobre marketing digital para sua empresa, siga-nos no Facebook e no Instagram!