Open source ou SaaS: qual a melhor opção para o seu site ou loja virtual?

Postado em 10 de agosto de 2020 por Agência WEBI na categoria Blog

Tempo de Leitura:
Quantidade de palavras:

 

Você também pode ouvir este post através do player acima!

 

Qualquer empresário que deseja aumentar o seu faturamento sabe que uma das melhores maneiras para isso é investir na internet. Ela já deixou de ser a tendência do futuro para ser a realidade do presente; todos estão nela e as vendas por aqui não param de crescer. Mas quando chega a hora de desenvolver um site ou, dependendo do segmento, uma loja virtual — vem também a dúvida: qual é o melhor jeito de fazer isso? Duas das principais formas de se desenvolver um site desse tipo são através do open source ou SaaS.

E neste texto a WEBi fala um pouco mais a respeito deste assunto. Na sequência, você lerá o que são plataformas open source, o que são plataformas SaaS, os prós e os contras das duas e, por fim, uma resposta definitiva para a pergunta: open source ou SaaS, qual delas é a melhor opção para o seu site?

Continue a leitura abaixo, resolva esta dúvida técnica e volte a focar naquilo que realmente importa para você: suas vendas!

 

Plataformas open source

Começamos com as plataformas open source, mostrando o que elas são e os seus prós e contras:

 

O que são

Para entender o que é uma plataforma open source, podemos analisar seu nome. “Open source” é um termo em inglês que significa algo como “código aberto”. Na prática, isso quer dizer que ela permite que o usuário responsável (normalmente um programador) visualize e mexa diretamente no código-fonte do site, fazendo as alterações que quiser até mesmo nos menores detalhes de cada página.

Quando a plataforma que abriga o site é open source, ela é desenvolvida em um código dos mais conhecidos e trabalhados por programadores, sendo alguns exemplos conhecidos o JavaScript e o PHP.

No caso de sites comuns, o WordPress é um exemplo de site open source. Já no caso das lojas virtuais, alguns dos exemplos que podem ser citados são o Magento, o OpenCart e o PrestaShop.

 

Prós e contras

O principal benefício de criar o seu site ou e-commerce com a utilização de uma plataforma open source é justamente a característica primordial que citamos: o código-fonte aberto e a possibilidade de mexer nele como o usuário responsável bem entender. Com isso, qualquer alteração que se deseja pode ser feita.

Se você quiser incluir uma funcionalidade que ainda não existe na plataforma, por exemplo, você pode. Basta mexer no código e implementá-la através dele. A enorme possibilidade de personalização costuma ser a vantagem mais destacada de um serviço open source.

Outra vantagem é a possibilidade de fazer otimizações de SEO (melhorar posicionamento nos buscadores), de acordo com o que fizer mais sentido para sua empresa. Por fim, a possibilidade de escolher o servidor para hospedar seu site, avaliar o custo-benefício e trabalhar com otimizações de performance também são grandes diferenciais.

Por outro lado, há também os contras. Plataformas open source são muito mais trabalhosas que o exemplo seguinte, as SaaS. Somente o fato de exigirem que se mexa com o código para que as alterações sejam feitas já aumenta muito a dificuldade. Pessoas que não tem o mínimo conhecimento de programação não conseguem fazer qualquer alteração desejada.

Além disso, enquanto uma plataforma SaaS permite que você resolva todos seus eventuais problemas entrando em contato com uma empresa só, o open source não. Com o uso dos open sources, você pode precisar ter contato com o fornecedor do serviço, com a empresa de hospedagem e com os responsáveis pelo desenvolvimento e manutenção do site.

 

Plataformas SaaS

Agora que você já conhece a primeira, trazemos também a segunda para você saber qual escolher: o open source ou SaaS. Veja o que são plataformas SaaS e seus prós e contras:

 

O que são

Da mesma forma que o open source, basta olharmos para o nome para entendermos o que as SaaS são.

SaaS é uma sigla, também em inglês, para o termo “Software as a Service”. Em português, Software como um serviço. Isso quer dizer que a empresa responsável pelo software o disponibiliza como uma plataforma na qual você desenvolve o seu site.

Na dúvida entre open source ou SaaS, a principal diferença entre eles também diz respeito ao código. Aqui, o código-fonte não é aberto, ou seja, não é possível customizar de acordo com as ideias do proprietário. Ao invés disso, a plataforma disponibiliza uma interface com customizações pré-definidas. Ao mesmo tempo em que isso se torna mais fácil e permite que qualquer um mexa, as opções diminuem.

Loja Integrada, Nuvem Shop e Uol Host estão entre as maiores plataformas de lojas virtuais que temos por aqui.

 

Prós e contras

A grande vantagem do SaaS foi a que já citamos: a facilidade de mexer. Não é preciso ter o programador ou empresa contratada por trás; o próprio empresário contratante do serviço pode fazer suas alterações. Isso, porém, traz o contra de que não é qualquer alteração que pode ser feita; elas são pré-definidas pela ferramenta e disponibilizadas na interface, além da hospedagem do site ou loja virtual, ficarem com a empresa desenvolvedora e não permitir mudanças na configuração.

Além destes contras, ainda há a questão a financeira. Enquanto um site open source pode ser desenvolvido após o pagamento de um valor único para o desenvolvedor e pronto, as SaaS funcionam com assinaturas. É preciso pagar um valor mensal para usufruir dela. Com uma simples analogia, podemos dizer que o open source é a casa própria e o SaaS é o aluguel.

 

Open source ou SaaS: qual escolher?

Depois de conhecer os dois, finalmente chega a hora de responder a pergunta: open source ou SaaS? Como você já deve ter percebido, a melhor alternativa irá variar para cada caso. 

Se você tiver um programador à sua disposição, seja ele contratado da sua empresa ou um integrante de uma agência que desenvolveu o seu site (como nós aqui na WEBi fazemos), a melhor alternativa para você pode ser o open source. Com ele, qualquer alteração pode ser feita a qualquer momento — basta solicitar. Essa opção também é a mais indicada para quem prefere autonomia na escolha da empresa de hospedagem e configuração do plano.

Contudo, se você mesmo quiser colocar a mão na massa e editar as configurações do seu próprio site — mesmo com elas sendo limitadas — as plataformas SaaS podem ser muito mais interessantes para você.

 

 

Independente de tudo isso, o importante é que seu site ou e-commerce seja bom para o seu usuário. Somente assim você conseguirá aumentar suas vendas.

 

Quer uma boa notícia? A Agência WEBi, além de ter o desenvolvimento de sites entre seus serviços e especialidades, trabalha com plataformas open source ou SaaS. Basta que você escolha! Qualquer que seja a opção preferida, nós estamos preparados para desenvolver o site com a mais alta performance e entregar toda a manutenção necessária — além, é claro, daquilo que é mais importante: os resultados.

 

Entre em contato conosco hoje mesmo e veja o que podemos fazer por você!

E caso tenha gostado do texto e queira receber mais, siga a Agência WEBi no Facebook e no Instagram hoje mesmo!