Crescimento dos podcasts: veja como eles estão dominando o setor

Postado em 9 de março de 2020 por Agência WEBI na categoria Blog

Tempo de Leitura:
Quantidade de palavras:

 

Você também pode ouvir este post através do player acima!

 

Os podcasts estão presentes nas rotinas de muitas pessoas ao redor do mundo inteiro, mas principalmente nas dos brasileiros. Isso porque o formato tem uma característica essencial que outras plataformas não têm: a possibilidade de ser consumido enquanto se desenvolve outras atividades. A WEBi, inclusive, já falou um pouco sobre o crescimento dos podcasts em outro texto sobre o poder do áudio na era da internet.

No entanto, nosso conteúdo de hoje é inteiramente dedicado apenas aos podcasts. Abaixo, nós trouxemos alguns números que mostram o tamanho do crescimento dos podcasts, suas tendências para este ano de 2020 e ainda explicamos como eles se relacionam com nossa área do marketing digital.

Se você também está incluído no grupo de pessoas que não abre mão de seus podcasts — seja para se informar, consumir humor ou acompanhar seus produtores de conteúdo de alta qualidade — este texto foi feito pensando em você. Continue a leitura na sequência e veja!

 

Crescimento dos podcasts em números

Não há nada melhor para mostrar crescimento — qualquer que seja ele — do que números, não concorda? É por isso que nós trouxemos alguns dados referentes ao crescimento dos podcasts nos últimos anos. No ano passado, o Deezer, uma das plataformas de streaming mais utilizadas do país, divulgou uma pesquisa sobre o setor em comemoração ao Dia do Podcast no Brasil.

O levantamento, publicado no dia 21 de outubro de 2019, trouxe alguns números relevantes para entender o crescimento dos podcasts. Para se ter uma ideia, a informação principal da pesquisa foi a de que o consumo dos programas de áudio sob demanda aumentou em 67% aqui no Brasil somente no ano passado. Enquanto alguns países europeus também tiveram um crescimento considerável (cerca de 50%), nenhum deles se compara ao do Brasil.

Os números ficam ainda maiores quando falamos especificamente do Deezer. Com mais de 14 milhões de usuários ao redor do mundo, a empresa francesa viu o consumo de podcasts em seu aplicativo aumentar em 177% em todos os países em que está presente. Não à toa, a indústria movimentou uma receita de mais de 1 bilhão de dólares em 2019 somente com publicidade.

 

Tendências para os podcasts em 2020

Já que estamos falando do crescimento dos podcasts e da situação atual deles, é inevitável mostrar algumas das principais tendências do formato para o ano de 2020. Provavelmente, algumas direções que veremos para os podcasts durante este ano são:

 

Mais investimento

De acordo com a Improve Podcast, site americano filiado à Amazon e que dá dicas sobre a produção de programas de áudio na internet, a qualidade do conteúdo, do áudio e também da edição são fatores que influenciam muito a preferência do público por um programa ou outro. Essas e mais orientações podem ser encontradas no site da Improve Podcast neste link.

De qualquer forma, isso é um dado que mostra que o investimento nos podcasts tem muitas chances de crescer consideravelmente nos próximos anos. Com o aumento do público, vem junto uma maior exigência, o que fará com que os donos de programas tenham que investir cada vez mais para captar e reter espectadores.

 

Monetização

Um investimento maior precisa se pagar de alguma forma, certo? Produtores de conteúdo são profissionais que investem tempo e dinheiro em seus ofícios, e para seguir com o bom trabalho é preciso ter um incentivo financeiro. Como as plataformas (Spotify, Deezer, Apple Music, Google Music, entre outras) não pagam nada para produtores, é preciso recorrer a soluções externas.

Algo que já era muito comum entre produtores de conteúdo para o YouTube pode vir a ser o caminho para os ‘podcasters’ também: o crowdfunding. Com ele, é possível solicitar o apoio do público com uma pequena contribuição mensal. Por fim, as negociações de anúncios diretamente com empresas também é uma possibilidade. Independente do caminho optado, é certo que a monetização do conteúdo em áudio será cada vez maior.

 

Anúncios com base em dados

A inteligência artificial e o Big Data já nos mostraram como é possível fazer anúncios muito bem segmentados através da coleta de dados dos usuários, especialmente suas pesquisas e cadastros. É muito provável que os podcasts que eles escutam também forneçam dados valiosos nos próximos anos.

Ter informações específicas sobre os usuários irá permitir que empresas anunciem jogos e acessórios para quem escuta podcasts sobre games e livros para quem escuta programas a respeito de literatura, por exemplo. A união deste tipo de anúncios com a parceria com os produtores de conteúdo pode ser muito assertiva para empresas de diversos segmentos.

 

Como o marketing digital e os podcasts se relacionam?

Lembra que duas das tendências que explicamos traziam os anúncios como protagonistas? É exatamente aí que o marketing digital entra. De uma maneira semelhante ao marketing de influência, agências ou equipes internas de empresas podem entrar em contato direto com os produtores de conteúdo para fechar parcerias de propagandas. Assim, ambos os lados saem ganhando. Enquanto o ‘podcaster’ ganha dinheiro com seu conteúdo, a empresa atrai novos clientes para seus produtos ou serviços.

E o mesmo acontece com os anúncios baseados em dados. Hoje, já é possível obtermos os dados de pesquisas feitas pelos usuários, viabilizando as segmentações. Contudo, ter ainda informações sobre os gostos de podcasts das pessoas pode fazer esses anúncios serem muito mais assertivos do que eles já são hoje.

Há ainda mais uma maneira de utilizar o mesmo conceito dos podcasts, porém aplicado ao marketing digital: os audio posts. Eles nada mais são que as versões em áudio dos textos postados em um blog. Aqui na WEBi, além de termos áudios de nossos textos, nós também oferecemos o serviço para nossos clientes, sempre trazendo o que há de mais moderno no mercado do marketing digital!

 

 

E você, o que acha dos podcasts? É adepto deste formato de conteúdo? Qualquer que seja sua área de interesse, é muito provável que exista um podcast ideal para você. Outra forma de consumir conteúdo em áudio é escutando os posts que a WEBi traz aqui no blog! Quem prefere ouvir ao invés de ler ainda pode ficar por dentro do mundo do marketing digital com a WEBi!

Para continuar recebendo nossos conteúdos, siga as nossas redes sociais! Nós estamos no Facebook e no Instagram.