O que a sua agência não te contou sobre inbound marketing?

Postado em 13 de fevereiro de 2019 por Agência WEBI na categoria Blog

O mais interessante aqui é que muitos estudiosos do tema confundem aspectos e conceitos básicos quando o tema se refere a inbound marketing.

Como diria o “velho profeta”, vamos começar pelo início. Inbound marketing – ou marketing de atração – é uma estratégia do marketing digital que tem por premissa fundamental: atrair pessoas para uma subsequente jornada de compras.

Para o atingimento desse objetivo e a obtenção de excelentes resultados, a estratégia precisa atacar em 4 pontas simultaneamente e com muita sinergia entre elas.

São elas: SEO, marketing de conteúdo, redes sociais e automação de marketing.

A WEBi, com esse conteúdo, pretende desmistificar alguns conceitos que estão impregnados no senso comum e que – por vezes – acabam prejudicando o planejamento de marketing digital das empresas.

Acreditamos que a grande sacada aqui é apresentar o inbound marketing como: um processo contínuo de produção de conteúdo – atraente e relevante – indexador de palavras-chave que geram retroalimentação e ativação de algoritmos (Google) e gestor de redes sociais, que atraem, captam e convertem seguidores em leads – além do branding.

Só que… [sempre tem um “só que”, né?] (rs) #hehe

O inbound marketing só acontece redondinho quando devidamente integrado ao departamento de vendas da empresa. É lá que conseguimos mensurar o incremento financeiro gerado após a implementação das estratégias do inbound.

Se não houver esse casamento, todos os números alavancados pelo inbound não apresentarão claramente os resultados gerados pela técnica. O comercial da empresa precisa utilizar sistemas contábil-financeiros que possibilitem o cruzamento de informações sobre o seu volume de vendas – avaliando as ações com e sem o marketing digital envolvido.

 

Para pensarmos

Como diria um colega nosso aqui da WEBi: “acessou determinado site, clicou em algum link, preencheu algum formulário ou baixou algum aplicativo… ihhh, ferrou! Será eternamente perseguido pela marca, por quem quer que seja…

Mas por que isso acontece? É o que precisamos saber e que muitas agências não revelam!

A WEBi não pensa assim! Lembra lá de trás, dos conteúdos anteriores… Somos o Mr. M do marketing digital (rs)… então #vemprawebi  

 

A estratégia precisa ser contínua e monitorada constantemente

O inbound marketing não foi concebido para ser apenas uma ação pontual de um planejamento qualquer. Ele surgiu para transformar, sobretudo, visitas em oportunidades de venda.

Atrair pessoas, fidelizá-las à sua marca e acarinhá-las por meio de um pós-venda totalmente humanizado – de maneiras sistêmica e continuada – são preceitos fundamentais para o sucesso do inbound marketing.

É com essa filosofia de acompanhamento constante, do entendimento das novas demandas e das mudanças que “volta e meia” impactam na psicologia do consumidor – que os resultados acontecem no curto, médio e longo prazos.

Lembrando que: os conteúdos criados para dinamizar a estratégia de inbound estarão à mão do usuário a qualquer momento, por isso, o mapeamento dos cursos da jornada é importante – a estratégia pode mudar sempre que houver necessidade de ajuste.

Queremos aqui, manter as curvas de relevância e engajamento (nem precisamos falar sobre conversões, é claro) sempre lineares e crescentes – gerando leads, aumentando as visitas do site e, o mais importante, vendendo.

A WEBi falou um pouquinho sobre como o inbound marketing deve se comportar em estratégias vencedoras que geram valor e excelentes resultados financeiros.

 

Agora, vamos abrir a caixa-preta do inbound marketing

A WEBI resumiu nas primeiras linhas desse texto, o que trata o inbound e quais são as suas bases de sustentação.

Segundo definição da Hubspot, empresa americana pioneira no mercado, inbound marketing é: “qualquer tática de marketing que se baseie em ganhar o interesse das pessoas, em vez de comprá-lo”.

Em suma, o aprimoramento contínuo dos processos em que o inbound marketing está integrado é fundamental para a sustentabilidade de negócios e empresas. Afinal, o ciclo mercadológico – grosso modo – não foge à captação, retenção, fidelização e pós-venda.

Atraindo pessoas e, por consequência, fazendo com que a sua marca se torne importante para o dia a dia delas, sempre que houver necessidade – sua empresa será lembrada.

 

Tudo isso é uma grande ciranda, não para. Não pode parar. Repararam?! Uma coisa leva a outra, que leva a outra, que leva outra… [hmmm… não acaba! – não pode acabar!]

Por isso, o conteúdo relevante, estruturado em todas as suas nuances, desde SEO a métricas-chave para o seu bom desempenho em buscas no Google, faz com que a sua empresa venda mais organicamente.

 

Sem rumo, ninguém chega a lugar algum

Deming, um dos grandes pensadores da administração já dizia: “só podemos gerenciar aquilo que medimos”. E na verdade, se pararmos para pensar, é assim para tudo. E em inbound marketing não poderia ser diferente.

Sem traçarmos metas específicas e objetivos possíveis, de nada servirão todos os esforços empregados em marketing digital. Será “grana” jogada no lixo!

Entenda! Tudo o que é criado para o inbound precisa estar alinhado a personas bem descritas, à demografia correta e à amplitude da estratégia traçada. É isso mesmo, de posse das características do cliente ideal fomentamos tudo aquilo que a empresa procura – lead, tráfego, crescimento e vendas… muitas vendas.

 

O inbound é sempre uma ótima opção para gerar excelentes resultados

Fique absolutamente tranquilo – após a contratação de uma empresa com sólida experiência no mercado de marketing digital, com muitos cases de sucesso, tendo atendido a empresas de diversos estados brasileiros, como é o caso da WEBi, a sua empresa fechará mais negócios e aumentará significativamente o seu volume de vendas.

A partir da nossa expertise, todos os conteúdos gerados, redes sociais administradas e automações realizadas passarão por um processo de alinhamento, uniformização e otimização. Será o momento onde tudo o que foi produzido e desenvolvido observará alto índice de relevância.

A sua empresa dará um belo salto de qualidade, tanto na exposição da marca quanto no relacionamento com o cliente. O status agora será de autoridade no tema ou segmento.

Os 4 canais do inbound marketing

1- Sites – blogs (SEO)

2- Redes Sociais

3- Landing pages

4- E-mail marketing

 

Resultados são o que você quer?

Não há mais a menor possibilidade de você e a sua empresa ficarem patinando, patinando e, ao final das contas, só terem enxugado gelo.

Segundo o IBGE, cerca de 56% dos domicílios brasileiros estão conectados a internet. Isso nos mostra claramente que os hábitos de consumo mudaram, que o consumidor – hoje – realiza suas compras via plataformas online – e que o seu acesso à informação é instantâneo.

Estamos falando de comunicação via: smartphones, smart tvs, tablets, notebooks, etc.

Ou seja, os consumidores estão “nessas plataformas” e não mais “pelas ruas”, lendo revistas ou jornais impressos.

 

Nós, da WEBi, afirmamos categoricamente: “se você ainda não tem uma estratégia de marketing digital para a sua empresa, corre que ela – provavelmente – deve ter ficado muito “pra” trás da concorrência.

Dê uma pesquisada, busque informações, procure saber o que o seu nicho de mercado está fazendo ou tem praticado. Isso nada mais é que benchmarking, que são as melhores práticas utilizadas pelas melhores empresas em suas respectivas áreas de atuação.

 

Tá louco para trilhar o caminho do sucesso? Retomar a liderança de mercado e ver a concorrência pelo retrovisor? Então #vemprawebi – a sua empresa precisa de estratégias de inbound marketing vencedoras e ideias inovadoras. Fale já com os nossos Heróis!

Queremos ajudá-lo a vender muito mais! #aceleresuasvendas